Lições

Como águia vou

Por: Zeneide Ribeiro de Santana

Temos lido e ouvido muito sobre as águias, aves imponentes, de hábitos peculiares: a preferência pelas alturas, o olhar aguçado, a renovação das penas…

Mas, outro dia, minha  prima Katia me repassou um texto em que se comentava a capacidade das águias de superar os ventos  nas tempestades. Não sabia que elas conseguem pressentir a chegada da tormenta  e usam os ventos que sopram furiosamente como impulso para subir mais alto e se posicionar bem acima. Enquanto tudo vai sendo destruído abaixo, elas  podem voar com segurança.

Não é uma lição para nós? Quantas vezes também somos atingidos por vendavais que nem sempre temos como pressentir?  Enfermidades, desemprego, tragédias tentam nos desestabilizar. Nessas ocasiões, devemos lembrar-nos da águias. Que possamos nos sobrepor à ventania, como essas aves, agindo não apenas instintivamente, como elas fazem, mas utilizando o raciocínio, o discernimento, presentes de Deus, e principalmente a fé, dom maravilhoso, que ele concede aos que o buscam. Assim, pelo poder de Deus, teremos sabedoria e condições para vencer a tormenta, com certeza!

Já escreveu o profeta Isaías: “Os que esperam no Senhor renovam as suas forças, sobem com asas como águias…” ( Isaías 40:31)

Nossos jovens cantam a canção “Seguir com fé”,  de Kleber Lucas, cujo refrão me sugeriu o título deste texto:

Eu vou seguir com fé

Com meu Deus eu vou

Para a rocha mais alta que eu

Eu sei pra onde vou

Como águia vou

Nas alturas sou filho de Deus.”

About the author

Zeneide

Meu nome é Zeneide Ribeiro de Santana, professora de Língua Portuguesa e Literatura. Já sou aposentada e aproveito meu tempo lendo bastante e tricotando um pouco.

2 Comments

  • Maravilhoso seu texto!!! Quantas lutas e provações temos passado, mas o Senhor tem nos sustentado nas alturas como “águias” para podermos sair do vendaval. A vitória é certa para os que confiam Nele. Louvado seja o nosso Deus!!!

    • As “tormentas desta vida” são frequentes mesmo! Que Deus nos ajude e nos dê asas de águias. Ele já tem nos ajudado, não é? Sempre testemunhamos sua fidelidade. Beijo.

Leave a Comment