Lições

Quebra-cabeça

Por: Zeneide Ribeiro de Santana

O crédito da invenção do quebra-cabeça  é dado a John Spilsbury, cartógrafo inglês. Ele criou um mapa sobre madeira e cortou os países em suas fronteiras. O resultado disso foi um brinquedo didático que tinha o objetivo de ajudar as crianças a se interessar mais pelo estudo da Geografia.

O sucesso foi tão grande que, em 1820, o quebra-cabeças já era um dos principais brinquedos didáticos e não demorou muito para se popularizar como um jogo interessante para todas as idades, impresso em diversos materiais, saindo do âmbito puramente educacional.

Tenho pensado nos fatos da vida como peças de quebra-cabeça. No jogo, exercitamos diversas faculdades mentais: precisamos observar atentamente cores, formas e tamanhos, experimentar, organizar e reorganizar muitas vezes. A visão do conjunto vai se formando aos poucos e, não raro, demoramos um bom tempo para encontrar o lugar certo para encaixar  determinadas peças. E quando isso acontece, ficamos satisfeitos, orgulhosos mesmo, por ter vencido aquele desafio.

Muitas situações por que passamos parecem não ter sentido; de repente tudo se desorganiza, sai do lugar e perdemos a noção de como encaixar as peças porque nos escapa o posicionamento das coisas no nosso espaço. É esse o momento do stop estratégico para reavaliar, refletir nas diferentes possibilidades, entender por que a fase anterior foi tão complicada, mudar posições e atitudes, enfim, tudo que parecia ilógico. É o tempo de buscar o auxílio de quem tudo pode, de quem nem sempre faz tudo por nós, que nos incita a tentar, que sopra direcionamentos, apresenta sugestões e que nos permite compreender como agir para que o desenho se complete.

Se considerarmos os fatos da vida como pedaços de um grande quebra-cabeça, se depositarmos nossas dificuldades aos pés da cruz e aceitarmos a condução do Espírito Santo, teremos, no final da jornada, concluído lindamente nosso próprio quebra-cabeça, para ser exposto como mostruário na vitrine do nosso Deus. Que assim ele nos ajude.

 

About the author

Zeneide

Meu nome é Zeneide Ribeiro de Santana, professora de Língua Portuguesa e Literatura. Já sou aposentada e aproveito meu tempo lendo bastante e tricotando um pouco.

4 Comments

  • Já estava sentindo falta de suas crônicas…Elas realmente têm falado ao meu coração!

    Abraços.

  • Obrigada! Vamos em frente…montando devagar nosso quebra-cabeça. Com a ajuda de amigos queridos como você, fica mais fácil. Abraço.

  • Ze, montar um quebra-cabeça, não é fácil, mais Deus na sua infinita BONDADE vai encaixando cada peça no seu devido lugar, assim nos ensinando a cada dia, Deus te abençôe, linda Crônica, saudades, bjs.

    • Às vezes colocamos as peças erradas, mas Ele nos faz perceber e nos direciona para o caminho correto. Maravilhoso, não? Beijo.

Leave a Comment