Cotidiano

Deus me livre!

terremoto 2
Written by Zeneide

Certamente você já falou e ouviu a frase “Deus me livre!”, nas mais diversas situações.

Foi o que escreveu minha filha numa mensagem antes de ontem. Minha resposta foi:

– Já livrou, Cíntia!

Era uma excelente oportunidade: trabalhar na área de marketing de uma universidade em expansão, numa grande cidade da América Latina.

Enquanto se preparava para o processo seletivo, entrevistas e afins, os planos fervilhavam e as dúvidas se surgiam a cada instante. Como seria a mudança? Viver com o marido e a filha num lugar distante, longe dos familiares e amigos? Moradia? Escola de Educação infantil para a pequena? Comunidade religiosa para frequentar?

No meio de tudo, muita oração, com súplicas para o direcionamento de Deus.

Os dias vão se passando e a espera se tornando longa. Melhor comunicar aos pais seus projetos e a possibilidade do afastamento. A reação inicial foi a esperada: um choque! Como assim? Ficar distante dos filhos e da netinha querida, tão chegada aos avós?

Mas, a voz da experiência, aquela herdada das gerações anteriores, toda sedimentada na fé, fez com que todos, cada um a se modo pedissem a direção do Senhor. Que tudo ocorresse conforme sua santa vontade, que tudo colaborasse para o bem dos queridos.

Quando, enfim, chegou a resposta –  NÃO –  veio com ela a decepção pelo desmoronar de um sonho.

E a vida seguiu como antes, melhor até, com saúde, trabalho, alegria e paz. Vários meses transcorreram.

Então, antes de ontem, escrevi perguntando se ela estava sabendo do segundo terremoto no México, que provocou tantas mortes, inclusive de muitas crianças numa escola que desabou. Aí ela disse: “Não vi a notícia! Deus me livre!”  Foi o momento de entender o motivo do NÃO da resposta sobre o emprego: um tremendo livramento!  Juntas agradecemos a Deus, que é sempre bom e promove o bem dos que nele confiam.

– Escreva sobre isso, mãe!

É o que estou fazendo, testemunhando a soberania de Deus, que não permitiu que nossos filhos passassem por tal calamidade. Não devemos nos ressentir das respostas negativas de Deus, que tudo sabe.

Agora, oremos pelas famílias das vítimas no México. Não sabemos por que não se livraram e nem nos compete saber. Senhor, tenha misericórdia de todos eles e abençoa-os com tua paz!

 

About the author

Zeneide

Meu nome é Zeneide Ribeiro de Santana, professora de Língua Portuguesa e Literatura. Já sou aposentada e aproveito meu tempo lendo bastante e tricotando um pouco.

2 Comments

  • Nossa que lindo este testemunho Dona Zeneide.

    Lendo este testemunho fica ainda mais claro a importância de andarmos segundo a vontade de Deus e não fazer nada sem antes orar, pedir direção para nossos passos, pois Deus é Soberano Ele sabe de todas as coisas e os NÃO dEle não são uma punição, mas muitas vezes um grande livramento como foi com a sua filha, pois se ela não tivesse dado ouvidos e obedecido
    o Senhor teria sido uma vitima deste terremoto.
    Que belo livramento. Deus é Bom Ele cuida de nós.

    Abraços pra senhora

    • Muito obrigada! Estamos muito agardecidos a Deus por tudo isso. Nem sempre entendemos as respostas negativas, mas sempre há uma razão. Precisamos crer mais nessa verdade”Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus”. Grande abraço, Irene! Deus abençoe sua vida.

Leave a Comment