Sobre mim

Meu nome é Zeneide Ribeiro de Santana, professora de Língua Portuguesa e Literatura. Já sou aposentada e aproveito meu tempo lendo bastante e tricotando um pouco.

Ganhei há  tempos um bloquinho de anotações, da Alessandra, “para registrar minhas idéias” e também da mãe dela, minha amiga Marlene, um livro da Lya Luft, “Mar de Dentro”. Na dedicatória  ela escreveu que aquele presente era um incentivo para que eu repartisse  minhas experiências com as outras pessoas, já que estava me aposentando…

Só tomei coragem de publicar mesmo quando minha filha Cíntia me avisou que tinha criado um blog para mim e me intimou a produzir textos. Então aproveitei algumas idéias anotadas no caderninho da Alessandra e comecei… Imaginem, eu, nestas alturas da vida, virando blogueira… Seja o que Deus quiser…

Meu e-mail:  zersantana@gmail.com

33 Comments

  • Quanta alegria!!! Já sei a muito tempo que minha irmã é uma “escritora nata”, mais uma vez me emocionei com muito orgulho de suas histórias… não é de hoje que ela faz isso. Quando eu morei em Maceió, a uns 32 anos mais ou menos, ela fez uma poesia para mim, que guardo até hoje. E cada vez que eu a leio, choro de emoção… Parabéns querida irmã, continue, sim, a nos alegrar com seus contos… vou parar porque já estou chorando…

    • Manda essa poesia para ela publicar aqui, tia! Com certeza vai emocionar muita gente… :)

    • Olá Zenildes,

      Assim como voce eu também estou me deliciando com as “crônicas” que a Zeneide está escrevendo.
      Fiquei curiosa para conhecer a poesia que voce mencionou… Faço das palavras da Cíntia as minha…
      Beijos,
      Sua prima Katia

  • Obrigada, Nenê. Esta família me enche de orgulho, mas também me envergonha um pouco, pois dificilmente alguém fica mais sem graça do que eu, ao ser elogiada ou presenteada… Mas, o que vale é o carinho, a consideração sincera; por isso agradeço a Deus pela vida das minhas irmãs, cunhados e sobrinhos, todos muito queridos. Beijo.

  • Só hoje consegui ler o seu blog!!! E li tudo!!!!!! Como estava certa ao sugerir que você escrevesse… Você escreve com a alma. Como a Cintia foi sábia ao escolher o nome do blog! Falando nela, bem que eu dizia que aqueles textos maravilhosos escritos em Barcelona tinham uma fonte inspiradora…

    • Querida, e bom dividir nossas palavras com aqueles que podem ouvi-las. Na maioria das vezes e necessario coragem, para nos despir assim diante de estranhos…e deixar a mostra nossos sentimentos, nossos pensamentos, nossa marca. Mas esse despir, nos connecta, como os pontos de trico na sua agulha. Sim, vidas separadas, experiencias diferentes, mas todos humanos. Tenho trabalhado tambem neste despir tao penoso, tricotando palavras na minha mente, ainda muito timida para dividi-las com outros…aguarde, no meio-tempo, continue sua caminhada porque nos queremos ouvir sua voz.

      Eliane Coelho Zavala

  • Obrigada, amiga! Estou tentando… Você também escreve com muito sentimento. Basta ver seu texto sobre sua alfabetização: comovente! Grande abraço.

    • Obrigada! Boa viagem e tenha os olhos bem abertos para as pequenas coisas que encontrar. Tenho a certeza de que iremos nos deliciar com as novas crônicas…

      abraços,

  • Querida Zenildes, fico muito feliz em saber que aquele caderninho foi muito bem usado e que agora poderemos degustar de suas belas palavras. Pode ter certeza que serei mais uma a ser assídua visitante deste blog. Posso dizer: “Que família linda e telentosa nós temos!”
    Abraços, Alessandra.

    • Obrigada, querida! Não foi só o caderninho… Você também é inspiradora,
      com toda essa sensibilidade. Já viu musicista insensível? Deus a abençoe, sempre. Beijo.

  • Zeneide querida…. que delícia esse blog… Amei! Espero que assim, possa matar saudades dos nossos deliciosos papos… Mas não esqueça de aparecer, pois é sempre muito bom ter você por perto e ouvir sua risada.
    Beijo no seu coração,
    Sandra

    • A gente conversava bastante, não? De sopa de mandioca até a educação dos filhos…
      A sua risada, sim, é inconfundível.Até breve. Beijo.

  • ola Zeneide, gostei muito de ver suas cronicas e “anotações” como voce mesma diz, meus parabens. a propósito, o que há de mal em ser blogueira, nada errado com isso eu acho, bom mesmo se todos os blogs que já vi, tivessem a qualidade que o seu tem.ok? beijão e continue firme é sempre um prazer ler o que voce escreve. Izabel Ramirez

    • Oi, cunhada!

      Só hoje li seu comentário, que me deixou feliz. Muito obrigada! Estou gostando de registrar as coisas em que acredito…
      Deus abençoe você e sua família. Beijo.

  • Dona Zê, estou encantada com o seu blog e arrepiada também. Muito sucesso. A senhora é demais:)

    Um grande bj da sua filha de coração.

    • Oi,Bel

      Só agora vi seu comentário! Dá para perceber como sou “boa” em mexer por aqui… Obrigada! Beijo para a filha do coração. Deus a abençoe, querida!

  • Querida Zeneide,

    É muito bom poder ler suas crônicas, cheias de alma! Não seria diferente, pois uma vida inteira dedicada a ensinar e a aprender as palavras, as expressões, a nossa forma de expressar sentimento, só poderia render uma infinidade de palavras encorajadoras,cheias de sabedoria.

    Sem sequer mencionar sua vida dedicada às coisas do Reino.

    É com grande alegria que acompanho este blog e sei do bem que cada palavra aqui escrita faz, pro nosso mundo novo, carente de palavras e “crônicas da alma”.

    Um grande beijo!

    Carol

    • Oi,Carol, você acredita que só agora vi sua mensagem? Obrigada pelas palavras carinhosas. Fiquei feliz, sabendo que você me “acompanha”. É bom quando podemos compartilhar o amor de Deus, mesmo de forma tão simples. Muitas bênçãos para a sua vida.Beijo.

  • Sra Zeneide,
    Cheguei ao seu blog depois de ver post´s da Cintia no Facebook. Estou emocionada com sua sensibilidade, seu texto muito bem escrito e seu exemplo.
    Obrigada por nos presentear.
    Acompanharei sua página com um sorriso porque é exatamente isso que me causa acessar o blog.
    Um beijo e que Deus a abençoe!

    Marta Medeiros

    • Eu é que agradeço seu comentário tão gentil! Fico feliz porque você tem lido meus textos. Isso que é um presente para mim! Desculpas pela demora em responder, pois não tenho visitado esta página há tempos… Deus abençoe sua vida com muita paz. Beijo.

  • Parabéns pelo blog, más ler estas postagens e ao meu lado degustando um bolinho de chuva vcs não imaginam como sou fã…. ainda mais com um pouco de canela…nem se fale… Más Zeneide amiga!! – li suas postagens e ví que a Elzeli… estando longe deve sentir muita falta destes deliciosos bolinhos…. vou compartilhar este seu blog amiga..para gente trazer a memória das delicias dos tempos de criança. Abraços a todos da página e mais uma vez…PARABÉNS ZENEIDE por ter me mandado este link.

    Abraços de toda a nossa família e de toda a nossa produção da Rádio Educativa On Line de Itapetininga SP.

    • Oi, querida! Que prazer ler seu comentário! Você é a minha leitora mais jovem. Que bom que gostou! Sua avó sempre está me dando assunto, com os “micos” dela. Vou ver seu blog, sim! Parabéns pela iniciativa! Beijão para você também.

  • Oi, Zeneide, amei seu blog.” Aquele Mico” então, desintoxicou meu fígado! ri sozinha como uma boba. Suas crônicas são ótimas. O bolinho de chuva veio na hora certa, com um cafezinho, nesse friozinho é tudo de bom. Foi um prazer! Abraço!

    • Oi, Valda! Só agora vi seu comentário. Muito obrigada por ter lido e pela gentileza de comentar. Grande abraço.

  • Zeneide: Meu nome é Musa; sou missionária! Li o artigo que você escreveu sobre a Walkiria e fiquei muito contente! trabalhei com ela por 10 anos em Puraquequara, no Amazonas. Ela foi para mim, uma amiga muito preciosa: Conselheira, me animava quanto esta triste, me corrigia, incentivava. Em fim, foi uma amiga incondicional. Obrigada por ter escrito sobre ela. ( Eu gostaria também de ter contato com a Melinha irmã dela, se possível). Um abraço, Musa T. Peixoto)

    • Que prazer em receber seu comentário! Já ouvi muitas vezes seu nome, pela Walkiria e pela Melinha, minha grande amiga até hoje! Realmente,a Kira era uma pessoa especial, iluminada pelo amor do Pai. Deixou muita saudade e exemplos, também. Com certeza, você tem ótimas experiências no campo missionário, também.Tenho contato com a Melinha. Ela mora em São Paulo e seu telefone é (11) 2345 7894.Grande abraço.

  • Parabéns, Professora!
    Adorei a leveza dos seus textos! Vou segui-la para aprender mais sobre a vida! Sua “fala” me recorda quando tivemos o prazer de suas aulas!

  • Obrigada, Paula! Que prazer receber seu comentário! Na verdade, a vida nos ensina sempre, não importa onde ou quando, não é? E sensibilidade acho que você tem de sobra! Grande beijo.

Leave a Comment