Cotidiano

Abraço

nene
Written by Zeneide

 

Ouvi um dos personagens da série “The Big Bang Theory” dizer que, quando era pequeno, quis criar uma fábrica de abraço – uma espécie de robô para abraçá-lo…

Já se comprovou que todos necessitamos de contato físico para nos sentirmos bem, e uma das formas mais importantes de contato físico é o abraço. Entre pais e filhos, pode ser a base para um relacionamento harmonioso.

O abraço é a melhor maneira de expressar o que sentimos, quando não encontramos as palavras adequadas. Além de nos fazer sentir bem, serve para aliviar a dor, a depressão e a ansiedade.

Aprendi que alterações fisiológicas positivas são provocadas em quem toca ou é tocado e que, nos enfermos, o abraço aumenta a vontade de viver. Produz o sentimento de proteção, de segurança, de confiança, de força, de auto-valorização.

A revista Seleções relata um episódio da vida de duas gêmeas, cujos primeiros dias foram passados em suas respectivas incubadoras, sendo que para uma delas não havia esperança de sobrevivência. A enfermeira-chefe da unidade, contra todas as regras, decidiu juntar as duas irmãs, e o que aconteceu foi verdadeiramente espantoso e comovente: a que se encontrava bem abraçou  sua irmãzinha moribunda, conseguindo, com o calor do seu corpo, o milagre de lhe regular a temperatura e o pulso, o que permitiu estabilizar o ritmo cardíaco da sua gêmea… Foi o abraço salvador.

Lembrei-me agora de uma vez, quando estava subindo muito apressada as escadas no Colégio Eduardo Gomes, ainda no prédio antigo. No topo, quase dei um encontrão numa colega, a Valentina, que vinha descendo. Então lhe disse: “Isso aconteceu para a gente poder se abraçar”. E como foi bom aquele contato de amizade e de carinho, pausa no meio de tantas atividades diárias!

Por isso, vamos abraçar amigos, entes queridos, pai, mãe, filhos, animal de estimação…

Este abraço é todinho para você que me acompanha sempre por aqui.

About the author

Zeneide

Meu nome é Zeneide Ribeiro de Santana, professora de Língua Portuguesa e Literatura. Já sou aposentada e aproveito meu tempo lendo bastante e tricotando um pouco.

6 Comments

    • Marly, obrigada pelo abraço e pelo seu carinho em me acompanhar e me incentivar com palavras tão amáveis. Beijo, com saudade também.

  • Que lindo tia!! Que você receba de Deus esse abraço que transmite proteção, segurança e força. Pois você tem abraçado a muitos com suas crônicas, com suas palavras que com toda certeza são inspiradas pelo Altíssimo. Receba um abraço curador e restaurador! 🙅

  • .Muito linda a crônica. Sinta se abraçada por mim. Estamos distantes mas gosto de vc e admiro.Um grande beijo!

  • Obrigada, prima! Estamos distantes apenas fisicamente. Nossos laços de amizade são fortes, não é mesmo? Também gosto muito de você e lhe dou um grande abraço, virtual, mas sincero.

Leave a Comment