Cotidiano Recordações

Terça-feira é dia de bolo

terça-feira 2
Written by Zeneide

Mesmo com a correria dos dias de trabalho, eu lecionando em dois períodos e o Gilberto nos três períodos, conseguíamos almoçar todos juntos. Essa é uma das coisas que me trazem boas lembranças. Houve um ano, quando as crianças eram pequenas, que ele tinha um intervalo maior entre as aulas e então tomava o lanche da tarde com a família. Era às terças-feiras e eu  sempre fazia um bolo. Aquilo se tornou uma rotina e a gente comentava “Terça-feira é dia de bolo!”

Gulodices à parte, era bom esse café da tarde compartilhado, uma ilha de sossego no meio do corre-corre da semana. E havia a expectativa para saber qual o sabor do bolo: fubá, cenoura, coco, laranja e até mesmo o bolo “de nada”, com as crianças chamavam o pão-de-ló simples, sem recheio.

Hoje é apenas uma névoa na memória, que vai se perdendo com o decorrer dos dias…

Parece que as segundas-feiras são detestadas pela maioria das pessoas, que as encaram como um peso, uma chatice em vez de pensarem nela como um recomeço. A personagem Polyana, aquela otimista do “Jogo do contente” diria que devemos ficar felizes na segunda, pois só há uma na semana…

Em compensação, a sexta-feira é aguardada com ansiedade e expectativa, por ser, para muitos, a véspera do descanso semanal. A sensação é a de que os primeiros dias da semana são apenas suportados, carregados de obrigação, de deveres desagradáveis. Será isso resultado da falta de motivação ou de escolha profissional errada?

Deve ser horrível viver em função da espera da sexta-feira, o dia feliz. Pior ainda, sentir que só pode ser feliz nesse dia…

Entretanto, lemos nas Sagradas Escrituras : “Este é o dia que fez o SENHOR; regozijemo-nos, e alegremo-nos nele”. (Salmo 118: 24) . Em qual dia devemos nos alegrar? Neste dia, o dia de hoje, seja qual for  a indicação do calendário.

Entendo que não podemos cultuar os dias passados, como se fossem sempre os melhores. Da mesma forma, é péssimo pensar que só o futuro trará alegria. Nosso dia para ser feliz é  Hoje, o dia que o Senhor fez para que nos alegremos, seja qual for a circunstância. Se estiver tudo bem, ótimo; se algo ruim ocorrer, vamos nos alegrar também, pois nosso Deus nos dará condições para superar as adversidades.

Saudade das terças-feiras, quando era dia de bolo…

 

 

About the author

Zeneide

Meu nome é Zeneide Ribeiro de Santana, professora de Língua Portuguesa e Literatura. Já sou aposentada e aproveito meu tempo lendo bastante e tricotando um pouco.

Leave a Comment