Lições

Gratidão pela vida

Por: Zeneide Ribeiro de Santana

     

       Graças dou, sim, pela vida,

       pelo dom que revelou;

       Graças dou pelo futuro

       e por tudo que passou.

       Pelas bênçãos derramadas,

       Pelo amor, pela aflição,

       Pelas graças reveladas,

       graças dou por teu perdão.                 

             

                   Graças pelo azul celeste

                   E por nuvens que há também

                   Pelas rosas do caminho

                   e os espinhos que elas têm.

                   Pela escuridão da noite

                    pela estrela que brilhou

                    Pela prece respondida

                    E a esperança que falhou.

         

           Pela cruz e o sofrimento

           e eternal ressurreição;

           Pelo amor que é sem medida

           pela paz no coração.

           Pela lágrima vertida

            E o consolo que é sem par

           Pelo dom da eterna vida

           sempre graças hei de dar.

(de  August Ludwig Storm-  trad. Alice O. Denyszczu

Letra do hino 225 do hinário “Cantai todos os povos”

About the author

Zeneide

Meu nome é Zeneide Ribeiro de Santana, professora de Língua Portuguesa e Literatura. Já sou aposentada e aproveito meu tempo lendo bastante e tricotando um pouco.

Leave a Comment